O que é ISBN ?



O ISBN - International Standard Book Number - é um sistema internacional padronizado que identifica numericamente os livros segundo o título, o autor, o país, a editora, individualizando-os inclusive por edição. Utilizado também para identificar software, seu sistema numérico é convertido em código de barras, o que elimina barreiras lingüísticas e facilita a circulação e comercialização das obras.


Criado em 1967 por editores ingleses, o sistema passou a ser amplamente empregado, tanto pelos comerciantes de livros quanto pelas bibliotecas, até ser oficializado, em 1972, como norma internacional pela International Organization for Standartization - ISO 2108 - 1972.


O sistema ISBN é controlado pela Agência Internacional do ISBN, que orienta, coordena e delega poderes às agências nacionais designadas em cada país. Desde 1978, a Fundação Biblioteca Nacional representa a Agência Brasileira, com a função de atribuir o número de identificação aos livros editados no país.


Uma vez fixada a identificação, ela só se aplica àquela obra e edição, não se repetindo jamais em outra. A versatilidade deste sistema de registro facilita a interconexão de arquivos e a recuperação e transmissão de dados em sistemas automatizados, razão pela qual é adotado internacionalmente. O ISBN simplifica a busca e a atualização bibliográfica, concorrendo para a integração cultural entre os povos.


Publicações que Recebem ISBN 
agendas com texto de grande predominância de texto e/ou texto e fotografias (muito mais texto/conteúdo do que espaço para anotações, que tem que ser ínfimo, ou seja, quase nenhum); 
anais, seminários, encontros....(recebem ISBN para cada volume e recebem ISSN paelo titúlo da série, que permanecerá o mesmo para todas as partes ou volumes da série. Quando um ISBN e um ISSN são atribuídos a mesma publicação, devem estar claramente identificados); 
artigos de uma publicação em série específica (não a publicação em série na sua totalidade): quando os artigos individuais forem separadamente disponibilizados por um editor, estes estarão qualificados como publicações e receberá um ISBN; 
aulas e cursos em vídeo somente se forem educacionais e comercializados (enviar o material para análise da Agência); 
capítulos individuais separados e disponibilizados pelo editor; 
catálogos de exposição; com textos explicativos 
diário de bordo vinculado estritamente a projetos educacionais – ensino fundamental 
discursos; 
guias; 
livros em fita cassete, CD, DVD (audiolivros); 
livros impressos; 
mapas (especificando sua escala); 
publicação infanto juvenil ( jogos e passatempos que contenham atividades educacionais)
(é obrigatório o envio de tais publicações para análise da Agência); 
publicações em braille; 
publicações eletrônicas, na Internet ou em suportes físicos (fitas lidas por máquinas, disquetes ou em CD Rom); 
software educacional ou instrutivo; 
relatórios ( que são públicos ) 
cópias digitalizadas de publicações impressas; 
cadernos, diários, álbum de bebê, livro de bebê...
SOMENTE RECEBERÃO ISBN SE CONTER TEXTOS SIGNIFICANTES E EXPLICATIVOS. (é obrigatório o envio de tais publicações para análise da Agência )
( norma válida a partir de setembro de 2014 ) 
Informamos que em consonância com a Lei do Livro- cap.II - artº IV – será atribuído ISBN para:
álbum para colorir, pintar, recortar ou armar (direcionados a conteúdos educativos e com textos significativos e explicativos) 

A Agência atribuíra ISBN para tais publicações, porém, serão consideradas efêmeras.
ATRIBUIÇÃO DO ISBN 
O ISBN deve ser atribuido a publicações impressas, softwares e livros eletrônicos; 

A cada volume com título independente; 
A cada um dos volumes que integrem uma obra com mais de um volume e ao conjunto completo da obra (coleção); 
A toda reedição; 
LEI DO LIVRO


Lei n° 10.753, de 30 de outubro de 2003: "Institui a Política Nacional do Livro";
Capitulo III - "Da Editoração, Distribuição e Comercialização do Livro";
Art. 6° - Na editoração do livro, é obrigatória a adoção do Número Internacional Padronizado, bem como a ficha de catalogação para publicação;
Parágrafo ínico. O número referido no caput deste artigo constará Da quarta capa do livro impresso";
Apresentação do ISBN
O ISBN deve ser escrito ou impresso, precedido pela sigla ISBN, a cada segmento separado por hífen.

Impressão do número do ISBN 
No verso da folha de rosto 
No pé da 4ª capa, do lado direito junto a lombada 
Atribuição do número de identificação do editor é competência exclusiva da Agência local, no caso do Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional.

Fonte: Site da Agência Brasileira do ISBN http://www.isbn.bn.br/website/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O escritor, poeta, jornalista, folclorista e teatrólogo Oswald Barroso estará na Biblioteca Pública Municipal de Pentecoste - Ceará

ATUALIZAÇÃO E TREINAMENTO NO BIBLIVRE 3.0.22 NA BIBLIOTECA DE JAGUARIBE - CEARÁ